Descrição

Maracajaú é uma pequena Vila de Pescadores pertencente ao município de Maxaranguape, com aproximadamente 2.000 habitantes, que conserva ainda as suas características originais, com suas jangadas aportadas sobre areias brancas e coqueiros à beira-mar formando um cenário paradisíaco. A comunidade local vive basicamente da pesca artesanal e do turismo, principal atividade econômica.

ORIGEM DO NOME
O nome “”Maracajaú”” provém do tupi maracaiá-u (o rio ou bebidas dos maracajás). Maracajá, denominação muito comum no Norte para designar os gatos do mato em geral, especialmente a jaguatirica e suas subespécies , o mamífero carnívoro, fissípedes, que atinge cerca de 85 cm de comprimento e 40 cm de altura.

ASPECTOS
A existência de Maracajaú é motivo para perpetuar a celebração da beleza na terra. Praia de mar aberto con: ondas fortes.’ oferece excelentes condições para a prática do mergulho (snorkeling, ideal para principiantes ou discover scuba, apropriado para iniciantes). O contraste dos tamanhos dos coqueiros que circundam a orla dá-lhe uma paisagem especial. O lugar que tem areia claras e águas transparentes.

Em Maracajaú se encontram terminais turísticos e gastronômicos, onde se realiza um passeio de lancha ou catamarã, destinados a travessia da praia até os parrachos (área de piscina natual com corais) a 7 km da orla.

No “Baixo de Terasa Pança”, na praia de Maracajaú, está o farol “Teresa Pança”, construído em 1940, com uma altura de 10 metros e um alcance luminoso de 11 milhas. A culinária de Maracajaú destaca o camarão frito com legumes, o ensopado de camarão, o peixe à brasileira, a carne de sol.

HISTÓRICO

O termo de doação por sesmaria referente às terras de Maracajaú data de 7 de junho de 1808. A doação é feita a Ana Teresa de Jesus, viúva do Tenente João Remígio da Silveira.

Maracajaú, em 1832, contava com 41 fogos e 144 almas. Passou a  Distrito de Paz em setembro de 1847, quando já possuía uma colônia de pescadores. Em 1930, havia 360 habitantes e 85 fogos. Em 1941, havia escola mantada pelo estado e capela dedicada a São Sebastião.

Durante a primeira metade do século XX, o importante proprietário de terras em Maracajaú, Major Onofre Soares, dispunha de um histórico casarão situado na faixa central da praia, encravado dentro de um grande sítio de coqueiros. O empresário João Cadmo inaugurou veraneio e o empresário Cesar Sales inaugurou o Maracajaú Diver, em 1994.

A primeira pousada surgiu em 1998, de propriedade do empresário Jaeci Júnior. Em 2001, o mergulhador Alexandre Varela transformou sua própria residência em “Pousada Caseira”.

CURIOSIDADE

A praia de Maracajaú já foi alvo de curiosas reportagens dos diferentes órgãos de imprensa, devido ao fato de um casal de moradores da localidade, Paulo da Cruz e Terezinha Matias da Cruz, criarem um urubu. O abutre, chamado de Waldick, tornou-se parceiro dos pescadores de Maracajaú. Frequentava reuniões, bebia pinga e pescava junto com seus amigos. Parecia gente! Essa ave morreu no início do ano 2000, quando um dos pescadores bateu acidentalmente na sua cabeça. Waldick ensejou a criação do conhecido bloco carnavalesco de Maracajaú denominado “Bloco do Urubú”.

🚘 Solicite um veículo para vir ou ir à Praia de Maracajaú

Informações da Viagem

Opções

Mapa

Carregando mapa...
Distância
Tempo De Viagem